Página Inicial Notícias Sociedade e Ambiente Vieira de Leiria – Três detidos em flagrante por captura ilegal de meixão – Apreensão de 350 quilos de pinhas em Vidais

Vieira de Leiria – Três detidos em flagrante por captura ilegal de meixão – Apreensão de 350 quilos de pinhas em Vidais

O Comando Territorial de Leiria, através do Posto Territorial de Vieira de Leiria, nos dia 28 e 29 de novembro, deteve em flagrante delito três homens, com idades compreendidas entre os 47 e 59 anos, por captura de meixão, no Rio Lis, em Vieira de Leiria.

No âmbito de uma ação de fiscalização à captura ilegal de meixão, os militares detetaram três indivíduos a pescar meixão ilegalmente, através do manuseamento de artes de pesca, denominadas por “capinete ou arca”. Nesta ação foi apreendido o material utilizado na captura desta espécie e 2 356 gramas de meixão.

A enguia europeia (Anguilla anguilla), que na fase larvar é conhecida por enguia juvenil/meixão, é uma espécie considerada em perigo e que tem sofrido grande redução do número de efetivos em razão da pesca ilegal, impedindo desta forma o normal ciclo de reprodução, colocando em causa a sustentabilidade da espécie. O meixão apreendido, no mercado final (países europeus e asiáticos), poderia alcançar um valor de cerca de 3 mil euros.

Os suspeitos foram constituídos arguidos e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Marinha Grande.

O meixão apreendido, por se encontrar vivo, foi devolvido ao seu habitat natural.

Caldas da Rainha – Apreensão de 350 quilos de pinhas

O Comando Territorial de Leiria, através do Núcleo de Proteção Ambiental de Caldas da Rainha, ontem, dia 28 de novembro, apreendeu 350 quilos de pinhas de pinheiro manso, Pinus Pinea, na freguesia de Vidais, no concelho de Caldas da Rainha.

Durante uma ação de patrulhamento, os militares abordaram e fiscalizaram um indivíduo no ato da apanha de pinhas do pinheiro manso, relativamente às quais, de acordo com o estabelecido na lei, é proibida a sua colheita fora do período de 1 de dezembro de 2019 a 31 de março de 2020.

Desta ação, resultou a identificação de um homem com 42 anos, a apreensão de 13 sacos contendo 350 quilos de pinhas, bem como, a elaboração de um auto de contraordenação, cuja infração corresponde a uma coima que pode atingir os 3500 euros. A GNR relembra que a apanha da pinha de pinheiro manso, ainda que esteja caída no chão, está interdita por se encontrar em época de defeso, salvaguardando assim o crescimento e desenvolvimento da pinha e do pinhão e evitando, dessa forma, a colheita da semente com deficiente faculdade germinativa e mal amadurecida

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por jcaetano
Carregar mais em Sociedade e Ambiente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja Também

Este sábado dia 7 de Dezembro no PUBLICAMENTE da Cister Fm

Os 43 anos do CEERIA Em estúdio JOSÉ BELO Presidente da Direcção PUBLICAMENTE com Piedade …