Página Inicial Notícias Sociedade e Ambiente Reviva a afirmação da nacionalidade na Aljubarrota Medieval

Reviva a afirmação da nacionalidade na Aljubarrota Medieval

Há 634 anos, a 14 de agosto de 1385, os exércitos de Castela compostos por 30.000 homens, foram bravamente derrotados pelas 7000 tropas lusitanas lideradas pela mestria estratégica de D. Nuno Álvares Pereira, nos campos de Aljubarrota, que pertenciam aos antigos coutos de Alcobaça, território dos monges cistercienses. Mais de seis séculos depois, a história da Batalha de Aljubarrota é ainda hoje celebrada e relembrada pela sua importância histórica. Uma batalha fundacional que representa o momento da afirmação definitiva da nacionalidade Portuguesa.


A Aljubarrota Medieval que este ano se realiza de 10 a 14 de agosto, é o maior evento de celebração desta data histórica, onde também se destaca a figura a lendária da Padeira de Aljubarrota, Brites de Almeida, a quem é atribuído o feito de, com a pá do seu ofício, ter aniquilado um grupo de sete castelhanos famintos.


Na Aljubarrota Medieval – evento com mais de 20 anos de existência – milhares de pessoas percorrem anualmente as ruas estreitas que caracterizam esta vila, revivendo os tempos medievais.
Nas tavernas há deliciosas iguarias medievais para degustar. Aqui poderá provar as carnes no espeto, enchidos, sopas tradicionais, o afamado pão da padeira, os queijos, os enchidos, os licores, os doces, o mel e as compotas.


Também haverá espaço para a olaria, a tecelagem e os bordados. Revive-se o ambiente e o quotidiano da época medieval com as tavernas, os cortejos, torneios a pé e a cavalo, mostras de armas, ceia medieval, acampamento, malabarismos e muita música.

No dia 11 de agosto, não perca o momento alto do evento: a Recriação da Batalha de Aljubarrota, com a participação de centenas de figurantes.
Marque já na sua agenda: de 10 a 14 de agosto venha divertir-se na Aljubarrota Medieval – A História ao Vivo!

PROGRAMA

Bom Povo destas terras de Aljubarrota e gentes dos Coutos do Mosteiro de Alcobaça, vos envia el-Rei mui bom saudar.
D. João, por vontade de Deus e do povo eleito Rei de Portugal, primeiro do seu nome, consente e autoriza que se faça no chão desta Vila uma feira.
O Senhor destas terras, e seus homens de confiança, acolheram de bom grado esta vontade d’El-Rei, e é desejo do povo que a festa se realize com todos os sucessos, alegria, folia e bons proveitos.
Pois então que se faça a feira por cinco jornadas de 10 a 14 do mês de agosto deste ano da Graça de 2019.
E que nela haja torneios de honra, destreza e valor segundo as regras da cavalaria e que oficiais e homens bons dos mesteres nela tenham suas vendas e corregimentos, e mercadores e almocreves, viandeiros e estalajadeiros troquem seus haveres e serviços por justa moeda e não mais e que a ela venham também jograis e bufões com seus trebelhos, danças e jogos de alegria.
Que sejam dias de folgar, comer e mercar!
El-Rei assim o manda e ordena.
Que por honra de D. João I, louvado seja Deus Nosso Senhor. Ámen!

10 de agosto | sábado – Dia de D. Martim Aires de Ornelas

13h– Abertura
13h-2h – Acampamento recriando o quotidiano civil e militar do Séc. XIV, com mesteres de época e mostras de armas. Animação de rua, rábulas, música, dança, teatro, personagens populares e muita alegria.
18h – Sessão Solene
.Leitura do Edital – Pelourinho
.Cortejo de abertura
19h30 – Torneio de Arco por D. Martim Aires de Ornelas
22h – Noite de D. Martim Aires de Ornelas – espetáculo na Liça
2h – Encerramento

11 de agosto | domingo – Dia da Batalha de Aljubarrota

13h – Reabertura
13h 24h – Acampamento recriando o quotidiano civil e militar do Séc. XIV, com mesteres de época e mostras de armas. Animação de rua, rábulas, música, dança, teatro, personagens populares e muita alegria.
18h – Grandiosa recriação da Batalha de Aljubarrota – junto à rotunda de D. Nuno Álvares Pereira
19h- Cortejo da vitória pelas ruas da vila
24h – Encerramento

12 de agosto | segunda-feira – Dia de D. João I

13h – Reabertura
13h-24h – Acampamento recriando o quotidiano civil e militar do Séc. XIV, com mesteres de época e mostras de armas. Animação de rua, rábulas, música, dança, teatro, personagens populares e muita alegria.
18h – Casamento Medieval, no largo N. Sra. dos Prazeres
20h – Ceia Medieval – lugares limitados (marcação prévia até dia 10/08 para o número 262 580 857 ou para o e-mail: cultura@cm-alcobaca.pt)
19h30 – Torneio de Armas por D. João I
24h – Encerramento

13 de agosto | terça-feira – Dia de D. Nuno Álvares Pereira

13:00h – Reabertura
13h0- 24h – Acampamento recriando o quotidiano civil e militar do Séc. XIV, com mesteres de época e mostras de armas. Animação de rua, rábulas, música, dança, teatro, personagens populares e muita alegria
19h30 – Torneio de Armas por D. Nuno Álvares Pereira
20h30 – Missa seguida de procissão medieval
24h – Encerramento

14 de agosto | quarta-feira – Dia da Padeira de Aljubarrota

13h – Reabertura
13h-24h – Acampamento recriando o quotidiano civil e militar do Séc., XIV, com mesteres de época e mostras de armas. Animação de rua, rábulas, música, dança, teatro, personagens populares e muita alegria
17h45 – Deposição de coroas de flores nos monumentos evocativos da Padeira de Aljubarrota e de D. Nuno Álvares Pereira
18h30 – Lançamento do livro “Aljubarrota, uma freguesia”, com Coordenação Científica do Professor Doutor Saul António Gomes – Celeiro de Aljubarrota
22h – Noite da Padeira de Aljubarrota – espetáculo na Liça
23h – Cortejo de Encerramento
24h – Encerramento

ALJUBARROTA MEDIEVAL 2019
Local: vila de Aljubarrota (Alcobaça)
Data: 10 a 14 de agosto
Entrada livre
Organização: Câmara Municipal de Alcobaça e Junta de Freguesia de Aljubarrota

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por jcaetano
Carregar mais em Sociedade e Ambiente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja Também

Caldas da Rainha – Detido na posse de 20 plantas de cannabis

O Comando Territorial de Leiria, através do Núcleo de Investigação Criminal de Caldas da R…