Página Inicial Notícias Sociedade e Ambiente Câmara Municipal ausculta necessidades de Juntas de Freguesia e IPSS do concelho

Câmara Municipal ausculta necessidades de Juntas de Freguesia e IPSS do concelho

A Câmara Municipal de Alcobaça reuniu esta 4ª feira, 25 de março, no Cine-Teatro de Alcobaça João D’Oliva Monteiro, com responsáveis das Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do concelho, Presidentes das Juntas de Freguesia e agentes das autoridades para uma reunião de auscultação das necessidades destas instituições com vista à elaboração de um plano conjunto de apoio à comunidade no contexto da pandemia do COVID-19.

Foram discutidos e partilhados alguns problemas comuns às IPSS a nível de número de profissionais disponíveis, alimentação, serviços domiciliários, a falta de equipamentos e materiais de segurança (nomeadamente máscaras e álcool).

Relativamente ao fornecimento de alimentos, a Câmara Municipal de Alcobaça disponibilizou-se para apoiar e reforçar o serviço de cantinas sociais através do qual os munícipes mais necessitados poderão levantar refeições junto das instalações das IPSS.

“É muito importante que as Juntas e as IPSS se coordenem em sede de Comissão de Freguesia para que possam reportar ao longo dos próximos meses as suas dificuldades e necessidades específicas. Esta coordenação é vital para que a Câmara Municipal possa atuar com eficácia na resolução destes problemas. Conto convosco para a identificação dos casos mais sensíveis. Não vamos deixar ninguém sem ajuda”, garantiu o Presidente da Câmara Municipal de Alcobaça, Paulo Inácio.

O edil recordou também o protocolo em vigor com a Associação Dignitude para apoio a pessoas desfavorecidas na aquisição de medicamentos. O protocolo está a ser revisto para que este apoio seja alargado às famílias que, no contexto da epidemia, reduziram o seu rendimento disponível.

Como forma de acautelar o agravamento do cenário epidemiológico atual, a Câmara Municipal de Alcobaça está a preparar o Pavilhão Gimnodesportivo de Alcobaça para a criação de um hospital de campanha. Para o efeito, o equipamento será totalmente higienizado por empresa certificada, serão revistas todas as suas infraestruturas de fornecimento de água, eletricidade e saneamento e, na sexta-feira, serão acomodadas 40 camas com colchões fornecidas pelas Forças Armadas Portuguesas (Fuzileiros).

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por jcaetano
Carregar mais em Sociedade e Ambiente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja Também

Rio Lena – Detetada descarga ilegal de resíduos

O Comando Territorial de Leiria, através do Núcleo de Proteção Ambiental de Leiria, no dia…