Próximos dias de Cistermúsica trazem uma vaga intensa e histórica de grandes espetáculos

Festival de Música de Alcobaça irá registar em vários pontos do país algumas das mais altas temperaturas artísticas da atual edição

Depois de mais um inesquecível fim de semana de concertos, o Cistermúsica — Festival de Música de Alcobaça promete nos próximos dias trazer a Alcobaça (e ao país) uma das maiores vagas de espetáculos de excelência em toda a sua história — não só no capítulo da quantidade e da diversidade como no da qualidade. Altas temperaturas artísticas que começam a registar-se já nesta próxima quinta-feira, dia 14 de julho, às 21h30, no Claustro da Hospedaria do Mosteiro de Alcobaça onde a guitarra e a viola braguesa de Manuel de Oliveira se apresentará em trio com João Frade (acordeão) e Sandra Martins (violoncelo). Aqui se interpretará o álbum Entre-Lugar, com tributos a José Afonso e Paco de Lucia, sem deixar de revisitar temas de Ibéria e Amarte.

Um dia depois, a 15 de julho, às 21h30, a Cerca do Mosteiro de Alcobaça recebe Romeu e Julieta, um bailado de dança contemporânea pela companhia Quorum Ballet. Esta produção nasce do desejo do diretor e coreógrafo Daniel Cardoso de continuar a trabalhar os clássicos, apresentando uma nova criação inspirada numa das obras mais conhecidas de Shakespeare e indubitavelmente uma das obras-primas mais revisitadas da história da literatura.

O dia de programação Non Stop regressa ao Mosteiro de Alcobaça!

No sábado, dia 16 de julho, a maratona Non Stop está de volta a vários espaços do Mosteiro de Alcobaça, iniciando-se logo às 17h00, no Celeiro, com o Quarteto Camões, formação que em resposta a um desafio proposto por este Festival propõe um programa com três figuras centrais da composição em Portugal, António Victorino d’Almeida, Alexandre Delgado e Eurico Carrapatoso.

Um pouco mais tarde, às 19h00, no Claustro da Hospedaria, podemos também assistir à estreia de um imperdível ciclo de canções sefarditas para coro misto e piano, intitulado Sefarad Project – En Tierras Ajenas, desempenhado por Filipe Raposo e pelo Coro ECCE, sob a direção de Paulo Lourenço.

Pela noite, às 21h30, o Refeitório acolhe um dos grandes destaques da atual edição do Cistermúsica: o ensemble vocal Ars Choralis Coeln, dirigido por Maria Jonas, que recupera a obra visionária Ordo Virtutum de Hildegard von Bingen, transcrita do original para esta nova produção. A atuação pretende ser uma viagem visual e acústica através do tempo e pelo mundo da música e do misticismo daquela época distante que hoje torna a estar tão próxima. Este concerto será transportado no dia seguinte, 17 de julho, ao Mosteiro de Arouca, às 15h00, em parceria com o Município local e inserido na Rota de Cister, cujo Patrocinador é a Fundação Millennium BCP.

Nessa mesma data, às 17h00, a programação Redes renova a sua parceria com o Município de Porto de Mós, levando Remember Jobim até ao belo e natural espaço da Lagoa do Arrimal, um concerto de revisitação de alguns dos temas mais conhecidos de António Carlos Jobim através de um quarteto de jazz e voz.

Ainda no domingo, às 19h00 e de novo no Mosteiro de Alcobaça, o EVA – Ensemble Vocal Aura surge na Sala do Capítulo, sob a direção artística de Inês Tavares Lopes, para mostrar Blooming Winds, um programa com música do e para o feminino, que percorre obras de Amy Beach (1857 – 1944) e Sarah Quartel (1982 -) que nos conduzem dos finais do século XIX até à contemporaneidade.

Por fim, dia 19 de julho, às 21h30, na Aula Magna em Lisboa, o Festival abre portas ao The Black Heritage Choir num tributo a uma das mais geniais vozes da música negra americana: Aretha Franklin. Noite de celebração e noite de evocação de um dos mais belos discos da música popular do século XX: Amazing Grace (que comemora 50 anos) foi o álbum mais vendido da cantora afro-americana e na história do gospel. The Black Heritage Choir, que contará com a presença em palco de Katie Graham como solista e a direção de Jerry C. Smith, é uma seleção de cantores do Mississippi Mass Choir, um dos mais reconhecidos e históricos coros do gospel tradicional. Este espetáculo integra a programação Redes e tem a parceria da Junta de Freguesia de Alvalade.

O Cistermúsica tem como Mecenas o BPI / Fundação “La Caixa” e como Patrocinador Principal a Égide – Associação Portuguesa das Artes.

Bilhetes à venda em: https://blueticket.meo.pt/Tags/cistermusica

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

Copyright©Cister.fm