Página Inicial Notícias Política Transmissão on-line da apresentação do Relatório de Actividades e Prestação de Contas do 1º Semestre da UFAV.

Transmissão on-line da apresentação do Relatório de Actividades e Prestação de Contas do 1º Semestre da UFAV.

A escassez de apoio do Município desde 2017 levou a UFAV, em 2019, a privilegiar a consolidação de projetos e implementar alterações na estrutura interna e nos equipamentos. Propusemos atividades e obras para Alcobaça e Vestiaria. Muito nos foi negado e, obrigatoriamente, transitado para 2020 e 2021. Apesar disso, o plano de atividades para 2019 foi totalmente cumprido.

Apoios referentes ao período de Outubro 2017 a Junho 2020:
– JF Benedita – apoio 435 968 €
– JF S.Martinho – apoio 278 466 €
– JF Turquel – apoio 235 000 €
– UF Pataias e Martingança – apoio 230 000 €
– JF Alfeizerão – apoio 205 000 €
– JF Évora – apoio 195 982 €
– JF Aljubarrota – apoio apoio 170 600 €
– JF Cela – apoio 142 000 €
– JF Maiorga – apoio 134 950 €
– UF Alcobaça e Vestiaria – apoio 115 000 € *
– UF Alpedriz, Coz e Montes – apoio 97 000€
– JF Vimeiro – orçamento – apoio 94 000€
– JF Bárrio – orçamento – apoio 90 000€

* A UFAV tem um dos orçamentos mais baixos do concelho, cerca de 5 vezes inferior ao mais elevado, onde as inexistência de receitas próprias como eólicas, parques de campismo, piscinas, equipamentos culturais, entre outros, fazem a diferença.

Hoje em dia, o resumo faz-se de 3 funcionários (fruto dos congelamentos impostos pelo governo) para dois edifícios e uma freguesia com cerca de 6.200 habitantes e 10 Kms2. As contratações complementares de recursos ou serviços obrigam à disponibilidade de orçamento que, na sua maioria, é gasto a liquidar custos fixos (muito optimizado nos últimos 6 anos) e delegações de competências por parte da CM. A falta de receita própria, muito resultante do histórico herdado e da visão passiva do município para a cidade e sede de conselho, vai prolongando a nossa dependência no que diz respeito aos seus apoios financeiros. Por todos os meios e à sua dimensão, a UFAV tem tentado criar essas mesmas receita para que possa garantir a sua autonomia. As juntas não podem estar dependentes das vontades e decisões do poder autárquico e da sua gestão partidária. Assim como, na nossa perspectiva, exige-se que sejam integradas na discussão de estratégias de atuação.
Facto, é que a ousadia de fazer não foi acompanhada pelas políticas de apoio, cujos critérios de atribuição são difíceis de entender, e o que limitou a implementação de dinâmicas complementares de política de proximidade. Recentemente, Alcobaça e Vestiaria pouco mais recebeu que um trator e uma carrinha para serviços de manutenção e auxílio na melhoria de caminhos vicinais, para além das obrigatórias obras de adaptação e melhoria da eficiência energética dos nossos edifícios, por motivo da receção do Espaço Cidadão.
Apesar de muitos justificarem que na sede de concelho atua a CM, relembramos que os apoios são atribuídos aos projetos / necessidades apresentadas pelas juntas. Fora deste enquadramento estão as competências transferidas pelo Município, comuns a todas a todas as juntas e financiadas de acordo com regulamentação governamental.

Mas a Pandemia Covid-19 trouxe alterações. Impõe-se reforçar a resposta às fragilidades económicas e sociais de fregueses e empresários. É nesse sentido que, em parceria com voluntários e instituições, temos tentado fazer acontecer, apesar do silêncio que impera sobre uma estratégia de atuação global no concelho.
O dinheiro público disponível que gerimos, por muito pouco que seja, com ou sem apoio, continuará a ser direcionado para as premências mais urgentes. O rigor orçamental continuará a ser a base de todos os investimentos com vista a um retorno que seja indiscutível para a freguesia, seja qual for a área de enquadramento. O resto do mandato reforçará o foco na qualidade de vida das pessoas. E os nossos poucos trabalhadores continuarão a ser o suporte mais valioso de um Executivo que não deixará de meter as mãos na massa.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por jcaetano
Carregar mais em Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja Também

Opinião de Henrique Neto na Cister Fm

Comentário, Observação, Actualidade, Política, Económica e Social, a Visão e Opinião de He…