Página Inicial Notícias Política Opinião de Octávio Serrano – O Sr. António Mexia caiu em terra

Opinião de Octávio Serrano – O Sr. António Mexia caiu em terra

Parece que estará em vias de cair, mais um, que se julgava e foi, “Um dono disto tudo”; mais concretamente, o CEO da EDP o Sr. António Mexia; está acusado de ter corrompido um ministro e secretários de Estado; e de graças a isso, ter conseguido sacar indevidamente ao Estado, a titulo de compensações financeiras, mil e duzentos milhões de euros, em favor da EDP.
Com a sobranceria que nos habituou, o Sr. António Mexia tem-se recusado a colaborar com a justiça; acusou o Juiz Carlos Alexandre de imparcialidade; pediu a sua substituição; e nesta guerra de “alecrim e mangerona”, o Juiz Carlos Alexandre deu ao Sr. António Mexia, um cheque mate decisivo; suspendeu-o de CEO da EDP e retirou-lhe o passaporte; faz de conta que fica de quarentena a perder de vista…acabou-se a carreira do Sr. António Mexia! Os chineses não o vão fuzilar, como fazem lá na China; mas vão-se descartar dele para sempre; apesar dos bons serviços prestados!
No fim de uma das audiências do Tribunal, instado pelos jornalistas, a pronunciar-se sobre as acusações de que era alvo, o Sr. António Mexia deu uma resposta muito esclarecedora; afirmou à laia de justificação dos seus discutíveis actos de gestão, que só estava a cumprir a função dele; “a de proporcionar valor aos accionistas da EDP”; por isso não percebia da razão de o acusarem! Para qualquer um que esteja atento, foi muito esclarecedora esta resposta!
Todos sabemos que é função de qualquer gestor de empresa privada; gerir empresas de modo a que estas proporcionem lucros e dividendos; também sabemos, que quanto melhor esse desiderato for atingido, melhores serão os salários e prémios recebidos pelos gestores; mas, também sabemos que os sucessivos governos têm permitido a existência de uma promiscuidade vergonhosa entre interesses privados e políticos; traduzida em reformas e privilégios dourados para a classe politica, e nos consequentes prejuízos leoninos para o Estado Português. Afinal, o Sr. António Mexia só terá aproveitado as circunstâncias favoráveis; para servir os seus patrões…e conservar o lugar!
E nem se tratava de ganhar vantagem competitiva em relação a concorrentes; pois a EDP é um monopólio, que tem a capacidade de impôr os preços dos serviços ligados à electricidade, que fornece; tanto em relação à concorrência de faz de conta, como em relação aos seus consumidores. Além de que continua com a capacidade intocável, de se impôr a todos os governos, de modo a influenciar todo o género de legislação que possa de algum modo afectar a sua actividade. Os ministros e secretários de Estado ligados à energia, só mantêm o lugar, enquanto não assumem veleidades estranhas a estes interesses; por isso são escolhidos a dedo; com o acordo dos lobbies estabelecidos; descortinar as razões profundas para tal, será segredo de deuses!
O problema do Sr. António Mexia, e também do ex-ministro Manuel Pinho, foi de que na sua ânsia megalómaniaca de querer e poder, terem ultrapassado todos os limites razoáveis nas suas acções; uma coisa, é a prática de lobbie exercida pelas grandes empresas, e tolerada indevidamente por toda a Europa; outra coisa muito diferente, é a de a EDP ter conseguido que se nomeasse um ministro do seu interesse, no caso o Sr. Manuel Pinho, com a complacência cúmplice do Engº Sócrates; e de se ter estabelecido dentro do governo de então, um conluio de interesses, manobrados pelo Sr. António Mexia em favor da EDP!
Conclui-se que para os que se convencem que “tudo podem”, não existem limites de razoabilidade, nem de legalidade; pois as leis fazem-nas eles; bem adaptadas às suas necessidades; interesse publico não existe; existem é esquemas, que aproveitam a posse de poder politico, que julgam infinito, para servirem as suas carreiras politicas e profissionais; só contam os seus objectivos, no caso criar valor para os accionistas da EDP; era tempo do Sr. António Mexia descer do limbo, e cair em terra!
Um bem hajam e uma boa semana!

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por RuiCustodio
Carregar mais em Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja Também

Opinião de Henrique Neto na Cister Fm

Comentário, Observação, Actualidade, Política, Económica e Social, a Visão e Opinião de He…