Página Inicial Notícias Política Opinião de Eduardo Louro – O plano e os milhões

Opinião de Eduardo Louro – O plano e os milhões

Coincidência, ou não, a apresentação da “Visão Estratégica para o Plano de Recuperação Económica de Portugal 2020-2030” de António Costa Silva – que vai estar em discussão pública durante um mês -aconteceu pouco depois de se ver o fumo branco que saía da longa reunião extraordinária do Conselho Europeu, em Bruxelas.

Sem os milhões de Bruxelas, sejam lá eles o que forem – na verdade toda a gente festeja aqueles números carregados de zeros, mas ninguém sabe ainda muito bem o que aquele fumo branco, sempre mais escuro que branco e transparente, anunciou – (sem os milhões de Bruxelas, como ia a dizer), não haveria “recuperação económica”. E não havia “visão estratégia” que nos valesse.

Sabe-se  como tem sido frequente em Portugal gastar por gastar. Há dinheiro, tem que ser gasto, não importa como. Tem sido assim, com pouco rigor e nenhum proveito. A não ser para os mesmos de sempre que, invariavelmente com grande visão estratégica e maior capacidade empreendedora, esgotam os seus talentos em projectos que têm como projecto único caçar fundos fresquinhos.

Esperemos que o dinheiro continue a jorrar, e cá chegue sem grandes atribulações todo o que está anunciado. Que o Plano Estratégico de Costa Silva reúna consenso alargado para a sua aplicação.  E que milhões e Plano casem por interesse para nos fazerem felizes para sempre.

Não estamos nada habituados a finais felizes, mas gostamos sempre de acreditar neles.

Até para a semana!

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por RuiCustodio
Carregar mais em Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja Também

Comunicado do Conselho de Ministros de 13 de agosto de 2020

1. O Conselho de Ministros aprovou hoje a resolução que prorroga a declaração da situação …