Página Inicial Notícias Política Opinião de Eduardo Louro – Apanhados

Opinião de Eduardo Louro – Apanhados

Na semana passada – faz hoje precisamente uma semana – o Parlamento Europeu chumbou, por dois votos – 290 contra 288 -, uma resolução que obrigava os Estados-membros da União Europeia a reforçar as suas operações de busca e salvamento no Mediterrâneo, com vista em primeira análise a salvar  vidas humanas e, depois, a encontrar consensos sobre a distribuição dos migrantes socorridos no mar.

Por dois votos, o Parlamento Europeu, preferiu ignorar o drama da morte de tantas pessoas que fogem à guerra, à miséria, à perseguição… Dizer que não importa para nada aquele que é simplesmente um dos maiores, se não mesmo o maior, dos problemas que a Europa tem para resolver. E desmentir que a Europa seja ainda um espaço de decência, onde o respeito pela dignidade humana prevaleça sobre o ódio e o racismo.

Por dois votos, a extrema-direita que quer criminalizar quem ajude a salvar do mar qualquer migrante, seja homem, mulher ou criança, festejou em euforia.

Por dois votos. Que podem ser os dos dois deputados portugueses que escolheram estar daquele lado. Ou o de uma deputada portuguesa que diz que foi por engano, mas que contou também. Onde também contou a abstenção de outro como se, na circunstância, abster-se não seja também escolher.

Temos a ideia que o Parlamento Europeu é uma coisa lá longe, que não nos diz respeito, e que só serve para os partidos premiarem alguns dos seus, a quem cabe a sorte de tratar bem da vidinha, a ganhar muito e a fazer pouco. Diz-se até que é por isso que ninguém vota nas eleições que os levam para lá…

Eles, que lá estão, provavelmente também pensam assim. E que por cá ninguém liga ao que por lá fazem. Talvez se tenham enganado. E talvez não se limpem com as desculpas que, depois de apanhados, procuraram encontrar. Mal-amanhadas, como a da pretensa separação entre migração económica e de refúgio. Como se à boca do salvamento fosse possível fazer algum tipo de triagem…

Até para a semana!

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por RuiCustodio
Carregar mais em Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja Também

Opinião de Eduardo louro – Coisas que nos envergonham

https://youtu.be/yAQTr371v_0 Foi notícia na passada semana o caso do recém-nascido deitado…