Página Inicial Notícias Política Movimento Cívico pela Defesa do Promontório da Nazaré

Movimento Cívico pela Defesa do Promontório da Nazaré


Intervenção para constar na acta da sessão da AMN de 2019-04-23.


Como é sabido, o Movimento Cívico pela Defesa do Promontório da Nazaré tem vindo a desencadear os procedimentos que entende necessários junto de várias entidades, com a finalidade de contrariar legalmente a ideia e o projecto e assim impedir a instalação de uma Zipline no Promontório do Sítio.


Temo-lo feito abertamente mas com o cuidado necessário, dando informação correcta, segundo o conhecimento que vamos procurando obter junto do executivo municipal da Nazaré.
Não temos afirmado, nem informado a população, de nada que vá contra o que nos é transmitido pelo executivo municipal.


Também não temos conhecimento que a Câmara Municipal tenha tornado pública qualquer informação recente sobre o resultado da análise pelo júri do concurso da proposta concorrente.
Temos consciência que já passou algum tempo desde as nossas intervenções aqui, na AMN, e nas reuniões de câmara. Por isso também não sabemos se existem algumas alterações ao que nos foi informado pelo executivo municipal há pouco mais de um mês.


Acontece que, desde há alguns meses, tem aparecido propaganda publicitária ao Zipline, feita por uma entidade que se apresenta com o nome de “Voa Nazaré”.
Essa propaganda apareceu na quarta-feira de cinzas nas caixas de correio, em formato de panfletos criados por uma empresa de marketing de influência, contratada para o efeito.


Publicaram também, através de uma página que detêm numa rede social desde Janeiro, vídeos promocionais do projecto que pretendem implementar e onde mostram o aparato dos equipamentos que garantem ser 100% seguros, além de outras afirmações de carácter publicitário.
Foi ainda publicado um último vídeo, com partes de entrevistas feitas a pessoas locais e de fora da Nazaré, como forma de promoção da ideia. A dita entidade está a fazer a promoção como se já fosse um dado adquirido a sua aceitação e concretização. Parecem saber tudo. A população não sabe nada.


Informamos esta Assembleia Municipal que iremos rebater, no momento certo, as imensas falsidades que são apresentadas nas propagandas feitas pela empresa concorrente, se isso vier a ser necessário.
A nossa acção refutará no momento preciso as falsidades e incorrecções anunciadas e será produzida onde e quando se entender necessária e da forma mais adequada a cada momento. A nossa luta chegará tão longe, e será tão longa, quanto a necessidade de combatermos aquela ideia nos obrigue.


Os nossos parceiros institucionais estão a crescer e a apoiar-nos desinteressadamente, apenas pela defesa da nossa Paisagem Natural e pela manutenção da imagem natural e magnífica do nosso Promontório. Os nossos parceiros políticos também o estão a fazer. A nossa luta já chegou ao Parlamento Europeu e já é conhecida pela Comissão Europeia.
Aqui, continuamos a não ter respostas concretas sobre se foi ou não aceite a proposta concorrente. Não sabemos quais os prazos, nem quando acaba este processo de análise, ou se já acabou tudo.


Apelamos mais uma vez aos eleitos nesta AMN para não ignorarem o impacto negativo que a instalação daquela estrutura irá causar à imagem e paisagem da nossa terra, tanto no nosso Promontório como no lugar em que já anunciam em propaganda como sendo o ponto de chegada.
Ainda há tempo para debater, esclarecer e analisar todos os pontos de vista. Nós estamos cá!

Movimento Cívico pela Defesa do Promontório da Nazaré


Comunicado


O Movimento Cívico pela Defesa do Promontório da Nazaré comunica a todos os interessados que realizou no passado dia 23 de Abril, durante a sessão da Assembleia Municipal da Nazaré (AMN), uma intervenção de alerta e de questionamento sobre o ponto de situação do processo de instalação do Zipline/Tirolesa.


A nossa intervenção não obteve quaisquer reacções ou respostas por parte dos elementos da AMN ou do Executivo Municipal presentes na sessão.
Nos últimos meses estranhamos o silêncio do Executivo Municipal sobre o processo, uma vez que é pública e notória a publicidade de uma entidade, designada “Voa Nazaré” que, desde o dia 23 de Janeiro, através do Facebook quer fazer crer que a instalação do Zipline é um dado adquirido e irá ser uma realidade.


Entretanto, a dita “Voa Nazaré” tem vindo a investir em publicidade enganosa, contratada a uma empresa especializada em criar influência junto dos receptores, apresentando pseudo-sondagens que são elas próprias uma comédia, distribuem vídeos plenos de argumentos falsos sobre os benefícios do projecto e outras tantas falsidades sobre o que dizem ser os impactos positivos do mesmo. Mas nada referem sobre os impactos na paisagem natural, sobre o ruido acústico e visual, sobre a segurança de pessoas e bens. Essa dita entidade, até já sabe onde iriam chegar os seus utilizadores, sobrevoando a praia, a marginal, a antiga lota e aterrar em cima do parque infantil, ali existente, em terrenos públicos, ao lado da Estátua à Mãe Nazarena. Belo postal ilustrado!


Como é que uma entidade privada ousa em promover-se à conta do espaço público? Tratam-se de terrenos do património municipal e essa empresa já os parece tomar como seus. Quem autorizou isso? E a Câmara Municipal nada diz sobre isto? Nada tem a responder e a informar a população? Que garantias deu a Câmara Municipal a esta entidade de que a sua proposta será aprovada? Como se justifica o elevado investimento em marketing por parte da dita empresa? Ou será que já sabiam que iriam ganhar o concurso há muitos e muitos meses? Onde estão os pareceres favoráveis e os licenciamentos das entidades competentes? Porque demora tanto a decidir-se da aceitação ou não a concurso da concorrente? Tantas perguntas e nenhumas respostas oficiais!


O Movimento Cívico pela Defesa do Promontório da Nazaré continuará a lutar pela eliminação definitiva desta ideia disparatada, só concebível pela ausência de bom senso, pelo desconhecimento da nossa identidade cultural, pelo desconhecimento da nossa paisagem natural, pelo desconhecimento do interesse científico do local, pelo deslumbramento de uma visão efémera, do marketing e das redes sociais.


O Movimento Cívico conta hoje com muitos e variados apoios: de associações e organizações nãogovernamentais, forças políticas de diversos quadrantes, cidadãos de todas as origens (locais, nacionais, estrangeiros).
Entretanto, a luta do Movimento Cívico pela Defesa do Promontório da Nazaré já chegou ao Parlamento Europeu e é do conhecimento da Comissão Europeia. E assim iremos continuar nesta luta, em todas as instituições relevantes, por todos os meios disponíveis, até que este processo seja definitivamente encerrado e esquecido.


Nazaré, 26 de Abril de 2019

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por jcaetano
Carregar mais em Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja Também

Posição Pública

NOTA: Os temas aqui abordados reportam-se exclusivamente a questões, observações e propost…