Página Inicial Notícias Política Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça – Moção – Assembleia Intermunicipal da OesteCIM

Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça – Moção – Assembleia Intermunicipal da OesteCIM

Moção: Na Salvaguarda do Interesse Económico e Turístico para a Região Centro

O Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça é um imóvel que integra o património do estado, classificado como monumento nacional, e inscrito na lista do património da Humanidade, desde 1989. O Monumento vai ser alvo de uma intervenção de conservação e restauro entre 2019 e 2020. Neste contexto, e de acordo com a Direção do Mosteiro e da Senhora Diretora, será implementado um novo circuito de visita, com entrada e saída dos visitantes pela porta da ala Norte do edifício. Nada temos a obstar.

Porém, a porta da Igreja deve continuar aberta a todas as pessoas, sem restrições. Não aceitamos que a porta da Igreja seja fechada, ou que se mantenha aberta com entrada restrita e controlada por funcionários ou seguranças, que faz o escrutínio dos ”Fiéis” que pretendem orar, e, consoante a resposta deixam entrar ou não. Este procedimento viola o princípio da igualdade, plasmado no artigo 13º, nº2, da Constituição da República Portuguesa.

O Mosteiro de Alcobaça é uma alavanca do desenvolvimento sustentado e sustentável de âmbito local e Regional. A restrição do acesso dos visitantes à Igreja local de visita gratuita, terá reflexos negativos no Comércio tradicional, acentuando a desvitalização e despovoamento da zona urbana envolvente ao monumento. É nosso intuito acautelar uma situação prejudicial ao desenvolvimento do território e do turismo cultural da Região Centro.

Resulta do que ficou exposto, que, a alteração do circuito de visita do Mosteiro de Alcobaça prevista para 2019-2020, não pode obstar a que os visitantes acedam á Igreja pela porta principal e possam visitar gratuitamente o espaço sagrado, como tem acontecido até aos dias de hoje. A Igreja do Mosteiro de Alcobaça e Património da Humanidade e Paroquial. É um lugar de espiritualidade e de cultura, que deve continuar aberto a todos os que nela queiram entrar, mantendo-se a sua vertente Inclusiva e Democrática.

Solicitamos que esta Moção seja comunicada á Senhora Ministra da Cultura, Patriarcado de Lisboa, Câmara Municipal de Alcobaça, Assembleia Municipal de Alcobaça, União de Freguesias de Alcobaça e Vestiaria, Paróquia de Alcobaça e Comunicação Social da Região.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por jcaetano
Carregar mais em Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja Também

Opinião de Octávio Serrano – A inteligência artificial está a chegar