Página Inicial Notícias Política Fosso da Muralha: PSD quer evitar erros do passado

Fosso da Muralha: PSD quer evitar erros do passado

 

“Não queremos que na zona do Fosso das Muralhas surja um erro monumental como aconteceu com o Campo da Torre”. Foi desta forma que, pela voz do líder de bancada na Assembleia Municipal, o PSD sintetizou as reservas com que vê o projecto apresentado pelo Presidente da Câmara, António José Correia, para a envolvente do Fosso da Muralha.

Ademar Vala Marques recordou que o PSD pede, desde 2011, que o assunto seja amplamente discutido, coisa que o executivo comunista sempre adiou. Agora, perante o risco de perder fundos comunitários, surge pressão para aprovação de um projecto quase sem discussão e à margem do conhecimento da população de Peniche.

A reunião extraordinária da Assembleia Municipal para discutir o projecto para a envolvente do Fosso das Muralhas realizou-se por insistência dos Vereadores do PSD. Filipe Sales, candidato a Presidente da Câmara Municipal, reafirma a necessidade de se envolver a população nas decisões estruturantes: “A intervenção no Campo da Torre, decidida pelo ex-Presidente Jorge Gonçalves e executada pelo actual Presidente António José Correia, foi um erro histórico que podia e devia ter sido evitado. Ainda hoje estamos a pagar esse erro e vamos em grande medida ter de o corrigir, começando pelas acessibilidades”.

Filipe Sales defende que “uma verdadeira participação pública sobre o Fosso, envolvendo e mobilizando as pessoas, ficou por fazer, aumentando o risco de frustrar expectativas quando a obra se iniciar”, pelo que exigirá que fique abertura suficiente no caderno de encargos para que o executivo que resultar das próximas eleições possa adequar o projecto aos interesses da população.

A deputada municipal Célia Martins sublinhou diversos aspectos técnicos da proposta que deveriam ser acautelados, desde logo a recuperação da Muralha e a sua iluminação cénica, elementos essenciais para a valorização daquela zona da cidade.

O líder da bancada social-democrata na Assembleia, Ademar Vala Marques, frisou que “tem muitas dúvidas de que as pessoas de Peniche queiram que a zona do Fosso seja um gigantesco parque de estacionamento”, como parece poder resultar da proposta, deixando claro que a necessidade de acautelar estacionamento quer de apoio à praia, quer de apoio à cidade, está incluída na posição que o PSD elaborou logo em 2011, mas defendendo um estacionamento recuado e discreto para acautelar o monumento e a fruição do mesmo.

Filipe Sales e Cristina Leitão têm defendido na Câmara Municipal que o projecto da envolvente do Fosso da Muralha tem de ser a oportunidade para mudar para melhor a face de Peniche: “a forma como Peniche vai dar as boas vindas aos seus visitantes depende em grande medida desta intervenção”, adianta o candidato a Presidente da Câmara, acrescentando que “sobretudo tem de passar a ser um local que a população utilize, para caminhar, para correr, para passear em família, melhorando a qualidade de vida das pessoas de Peniche, que tem de passar a ser acção essencial da Câmara Municipal”.

.

.

.Cister fm

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por jcaetano
Carregar mais em Política

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja Também

Projeto de modernização do perímetro de rega da Cela será apresentado em sessão pública

  A Associação de Beneficiários da Cela, com o apoio da Câmara Municipal de Alcobaça,…