Página Inicial Notícias Política Festival Internacional do Vento na Nazaré em maio de 2020

Festival Internacional do Vento na Nazaré em maio de 2020

A Nazaré vai realizar o 1º Festival Internacional do Vento em maio de 2020, em parceria com a Fête du Vent de Marseille (França).

O evento propõe-se juntar na praia da Nazaré (zona sul) os maiores entusiastas mundiais das atividades ao ar livre que utilizam o vento como a força motriz.

O surfkite, powerkite, landkite e windsurf serão algumas das atividades previstas nesta edição de arranque de um evento que está programado para os dias 8,9 e 10 de maio, e irá reunir atividades lúdicas, desportivas, educativas e científicas ligadas aos 3 elementos centrais: o ar, a terra e mar.

Com a finalidade de amplificar a projeção internacional da Nazaré, o Festival do Vento estima atrair milhares de novos visitantes na véspera do arranque de mais uma época balnear, antecipando esta temporada de forte procura pelo turismo balnear.

“É uma tentativa de usar as mais-valias que a Nazaré dispõe, tais como o vento; o extenso areal da praia da vila, e o Estádio do Viveiro, para os papagaios fixos. Queremos ampliar a época balnear, a partir do início de maio”, explica Manuel Sequeira, vice-presidente de Câmara da Nazaré.

De acordo com o programa provisório, o arranque do evento será dado com competições e demonstrações e Kitesurf e outras modalidades de kite aquático (Freestyle, Race, Speed, Wave); windsurf e vela; landkite/kitebuggie; e a recriação de um jardim eólico de vento com a instalação de moinhos, ventoinhas, arte móvel, bandeiras e outros dispositivos movidos a vento.

O segundo dia do Festival apresentará balonismo (com demonstração e batismos de voo); Asa Delta e Parapente e demonstrações/competição de powerkite (papagaio manobrável).

O evento fechará com oficinas de construção de papagaios, cataventos ou microgeradores eólicos), concurso de papagaios (escolas), exposição de papagaios tradicionais chineses e espetáculo/exibição de papagaios estáticos e acrobáticos.

Durante os três dias realizar-se-ão oficinas de construção de papagaios de papel; decorrerão concursos de fotografia e vídeo sobre a temática; estará patente a exposição de papagaios artesanais chineses (numa parceria com o Museu do Oriente) e estarão a funcionar espaços multimédia de promoção das temáticas do Festival.

A China, país que inventou o papagaio na antiguidade, será o país convidado da primeira edição.

“Trata se de algo que não existe em Portugal. Apenas Alcochete tem um evento relacionado com a temática, através de um concurso de papagaios. Nós iremos mais longe, nomeadamente com a presença de desportos que usam o vento”.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por jcaetano
Carregar mais em Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja Também

Porta 65 | candidaturas de dezembro – 16 de dezembro de 2019 a 08 de janeiro de 2020

A fase de candidaturas de dezembro ao Programa Porta 65 – Jovem decor…