Página Inicial Notícias Política Deputados socialistas questionam Governo, com urgência, sobre as obras iniciadas de proteção ao Mosteiro da Batalha

Deputados socialistas questionam Governo, com urgência, sobre as obras iniciadas de proteção ao Mosteiro da Batalha

 

Os deputados do PS eleitos por Leiria questionaram hoje os ministros do Planeamento e Infraestruturas e da Cultura, Pedro Marques e Luís Filipe Castro Mendes, respetivamente, sobre a execução do projeto, com a construção de um muro, frente ao Mosteiro de Santa Maria da Vitória.

 

Na pergunta, Margarida Marques, António Sales e José Miguel Medeiros lembram que a obra foi classificada como património da humanidade e inscrita na lista do património mundial da UNESCO, em 1983, com base nos critérios “representativa de uma obra-prima do génio criativo da humanidade” e “testemunho de uma troca considerável e influências durante um dado período ou numa determinada área cultural, sobre o desenvolvimento da arquitetura, ou da tecnologia das artes monumentais, do ordenamento das cidades ou da formação das paisagens”.

 

Os socialistas reconhecem ainda que o Mosteiro “carece de proteção ambiental quer relativa à poluição quer relativa ao ruido e à vibração” e visto terem-se iniciado recentemente a execução do projeto com a construção de um muro, junto ao Itinerário Complementar n.º 2 (IC2) em frente ao Mosteiro Santa Maria da Vitória, consideram imperativo e com “caráter de urgência” serem respondidas pelo Governo um conjunto de perguntas.

 

“Todas as modalidades de proteção foram equacionadas, com base em estudos científicos apropriados, no sentido de encontrar a melhor forma de proteger o monumento, minimizando os impactos ambientais?”, começam por perguntar. “A possibilidade de alterar o sistema de portagens na A19, com o objetivo de sensibilizar os automobilistas a utilizarem preferencialmente esta alternativa, proporcionando a redução do trafego no IC 2 está a ser estudada?”, prosseguem.

 

Os deputados terminam com uma terceira questão: “Está o Governo seguro de que o projeto em execução não põe em causa os critérios e a legislação nacionais nem os critérios internacionais para o reconhecimento formal daquele património e a sua inclusão na lista do património mundial da UNESCO?”.

 

Os órgãos de comunicação social nacional e regional dão conta em várias notícias de hoje que a população da Batalha está contra as barreiras de betão que estão a ser colocadas junto ao Itinerário Complementar n.º 2 (IC2) em frente ao Mosteiro Santa Maria da Vitória.

Foto; Expresso

.

.

.Cister fm

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por jcaetano
Carregar mais em Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja Também

Comunicado do Conselho de Ministros de 20 de setembro de 2018

1. O Conselho de Ministros aprovou cinco diplomas no âmbito da reforma da justiça administ…