Página Inicial Notícias Política Comunicado da CDU Nazaré

Comunicado da CDU Nazaré


PS na Nazaré: crónicas de uma governação à deriva

Tal como sempre afirmámos, nestes anos de governação do município da Nazaré, os executivos do PS, liderados por Walter Chicharro, têm tido uma percepção muito redutora da Democracia, adoptando quase sempre um discurso que oscila entre uma agressividade extrema, designadamente para com as pessoas e instituições “não-alinhadas” e um moralismo eucarístico e vitimizante, apelando de forma constante a valores e práticas que caracterizaram os tempos da “outra senhora”.


Também sabíamos que o tempo encarregar-se-ia de expor as fragilidades e contradições destas opções de governação centralizadoras, discricionárias e arbitrárias – exemplo disso é a forma “desigual” de apoios ao movimento associativo plasmados em documento solicitado pela CDU – reveladoras de um enorme desrespeito pelas relações institucionais e por lógicas de pacificação, tolerância e intercooperação com os munícipes e com todos os povos, sejam eles do concelho vizinho ou do outro lado do mundo.


Recentemente, o senhor presidente da CMN escreveu – inacreditavelmente, e apesar de afirmar, posteriormente, que tem a maior responsabilidade em tudo o que escreve – o seguinte: “Hoje registámos o caso 10 de infectados com o coronavírus. Para não variar, é importado do concelho vizinho”. Esta atitude, que classificaríamos de “Trumpiana”, pois também o dito Donald tentou classificar a COVID-19 como “o vírus estrangeiro” ou “vírus chinês”, apenas revela uma profunda falta de solidariedade e respeito para com os territórios e populações mais afectados pela crise de saúde pública.

Esqueceu que é a Alcobaça que todos os utentes de saúde da Nazaré, e quem por cá trabalha mas que não conta para estatísticas locais, têm que acorrer para fazer o teste à COVID-19, pois continuamos a aguardar pela abertura do Centro de Saúde, que já deveria ter acontecido em finais de 2017. – Foi por ele que tanto lutámos -. Esperamos que não estejam à espera de inaugurá-lo apenas pouco antes das próximas eleições.


A velha táctica de agressão para com os “de fora”, para que não se repare nas fragilidades internas, também muito ao estilo das políticas neoliberais, parece ser agora a estratégia escolhida!
As incoerências são de toda a ordem, o mais gravoso é que a população do concelho é quem vai suportando estes desmandos de executivos que servem de “trampolins” para projectos pessoais – como está claro de ver!

Hoje, o concelho continua a deparar-se com falhas constantes no abastecimento público de água, como vimos recentemente com as interrupções do fornecimento à freguesia de Famalicão. As reclamações são várias, como vários têm sido os munícipes que têm partilhado com a CDU as suas preocupações, por exemplo: relativamente aos valores cobrados nas facturas da água, por acumulação de facturas em cobrança, ou cobrança de valores que não coincidem com os consumos naquele mês – tudo isto num quadro de graves reduções dos rendimentos das famílias e dos comerciantes locais. É este o apoio propagandeado?

A desmedida e desproporcional promoção do concelho, sem que as infra-estruturas sejam devidamente acompanhadas de investimento coincidente para suportar as diferentes cargas de afluência, resultam naquilo que o executivo do PS considerou ser “uma anomalia na rede de esgotos numa conduta desactivada”, determinando a também recente interdição de banhos na praia da Nazaré, projectando-a, assim, como um exemplo a não seguir.

Entendemos que uma terra essencialmente vocacionada para o Turismo, tal como os documentos oficiais da CMN assim a classificam, não se compadece com estas falhas tão clamorosas. Por outro lado, uma terra de Turismo, no discurso do executivo, não pode ser compatível com o total estado de abandono, há já vários anos, em que se encontra a parte do Parque da Pedralva que foi privatizada pelo executivo do PS, isto no principal espaço verde da sede do concelho.


Por outro lado, mesmo com a quebra na afluência que se regista, não estão encontradas soluções condignas de estacionamento quando, conscientemente, se foram eliminando centenas de lugares sem que, obrigatoriamente, se criassem antes as devidas alternativas.
Sabíamos que não era o contexto criado pelo surto epidémico que mudaria a personalidade, a mundivisão e acção governativa de quem não quer mudar. Pelo contrário, agravou o desnorte.


Para não variar, neste quadro complexo que atravessamos, não se conhece publicamente uma linha de orientação para a dinamização da Cultura no concelho da Nazaré, a não ser que seja do conhecimento só de alguns! Em contraponto, ergue-se já o estádio para receber as modalidades de praia, mesmo que este não receba público, pelas razões conhecidas.

Questionamos: uma autarquia estruturalmente endividada pode dar-se a estes luxos? Gastar 360 mil euros nestas provas! Com toda a certeza, custa mais erguer e manter este estádio que todo o investimento feito nas actividades artísticas no concelho da Nazaré ao longo do ano.

Enquanto vários concelhos e instituições privadas do país dinamizam iniciativas culturais, cumprindo as normas da DGS, para que quem depende da cultura não sucumba à falta de rendimentos, os responsáveis locais preferem deixar “rolar” até final de Setembro sem nada agendar, como nos foi respondido pelo executivo na sessão da Assembleia Municipal de 26 de Junho – inacreditável tamanha falta de sensibilidade e de desconhecimento sobre as obrigações do Estado para com os cidadãos no que toca ao acesso à produção e fruição cultural!


Entende a CDU, e entende um número cada vez maior de munícipes deste concelho, que este caminho irá “mergulhar” a Nazaré num retrocesso civilizacional sem precedentes e numa crise socioeconómica com graves repercussões para todos, se este caminho não for alterado.
A CDU continuará a lutar pela dignificação do concelho, dos seus munícipes e da melhoria das suas condições de vida.


Para a CDU, o maior projecto são as pessoas. Por isso nunca lhes faltará com a sua intervenção de denúncia e de proposta.

Nazaré, 10 de Agosto de 2020

O Grupo de Trabalho da CDU da Nazaré

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por jcaetano
Carregar mais em Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja Também

Opinião de Henrique Neto na Cister Fm

Comentário, Observação, Actualidade, Política, Económica e Social, a Visão e Opinião de He…