Página Inicial Notícias Desporto Armindo Araújo com póquer de vitórias no Rallye Vidreiro Centro de Portugal

Armindo Araújo com póquer de vitórias no Rallye Vidreiro Centro de Portugal

 

 

Armindo Araújo, navegado por Luís Ramalho, foi o grande vencedor do Rallye Vidreiro Centro de Portugal – Marinha Grande. Um triunfo muito saboroso que o permitiu cimentar a posição de líder no Campeonato de Portugal de Ralis e regressar às vitórias no Vidreiro, depois de vencer em 2003 (Citroën Saxo Kit Car), 2005 (Mitsubishi Lancer Evo VIII) e 2006 (Mitsubishi Lancer Evo IX).

A dupla Ricardo Teodósio / José Teixeira foi a grande rival do piloto de Santo Tirso, que se instalou no comando  desde o dia de início da prova. No sábado Armindo Araújo sabia que nada estava decidido e entrou ao ataque desde a primeira especial. No final, assinou a vitória ao conquistar sete das dez especiais disputadas. Miguel Barbosa, Ricardo Teodósio e Adruzilo Lopes foram os responsáveis pelas restantes vitórias em especiais.

 

Ricardo Teodósio e Pedro Meireles, ambos ao volante de um Skoda Fabia R5, completaram o pódio, sendo segundo e terceiro respetivamente.

O balanço desportivo é positivo, fizemos uma boa prova e correu tudo muito bem. O Hyundai esteve perfeito e a equipa fez um bom trabalho. Contudo não estamos muito contentes nem efusivos porque o nosso colega de equipa [Carlos Vieira] teve um grande acidente, está a recuperar  e o ambiente dentro da equipa Hyundai não é naturalmente o melhor. É um sentimento agridoce. Sabemos que é um desporto de riscos mas não gostamos quando nos acontece a nós nem aos nossos”, explicou Armindo Araújo.

Nas duas rodas motrizes a vitória ficou nas mãos da dupla Pedro Antunes / Paulo Lopes, enquanto Adruzilo Lopes, em Porsche 997 GT3, venceu nos GT.

Rafael Cardeira arranca segundo lugar no asfalto da Marinha Grande

O piloto do Sporting Clube de Portugal, Rafael Cardeira, regressou este fim-de-semana à competição, participando no Rallye Vidreiro Centro de Portugal – Marinha Grande 2018, primeira prova em asfalto do Campeonato de Portugal de Ralis. A correr em casa, o piloto marinhense enfrentou várias adversidades para concluir a prova no 2.º lugar da classe RC5, subindo ao pódio final em São Pedro de Moel.

Depois da primeira especial do rali ter sido neutralizada, Cardeira acabou por sofrer um furo logo nos primeiros quilómetros da segunda PEC que o obrigou a mudar o pneu, deitando desde cedo por terra as esperanças do piloto de alcançar um bom resultado nesta prova que tanto lhe diz. “Neste rali aconteceu-nos de tudo. Sofremos um furo logo no início da especial e fomos obrigados a parar para trocar o pneu. Situações destas acontecem nos ralis, mas a verdade é que isto nos deixou numa posição muito difícil, numa altura em que estávamos moralizados para alcançar um bom resultado, principalmente pelo apoio incrível que recebemos dos sportinguistas e dos marinhenses tanto no parque de assistência como nas especiais”, explica o piloto.

Apesar do infortúnio, Rafael Cardeira não baixou os braços e iniciou uma tentativa de recuperação logo início do segundo dia do evento, procurando aproximar-se dos seus mais diretos adversários. Apesar do estado do tempo não colaborar, de alguns problemas na caixa de velocidades e ainda uma pequena saída de estrada, a verdade é que Cardeira acabaria por conseguir recuperar e ascender à segunda posição da classe RC5.

“A manhã do segundo dia de competição voltou a não ser fácil. O estado do tempo complicou a vida a todos os pilotos e nós não fomos excepção. No período da tarde o Renault Twingo RS voltou a provar a sua fiabilidade e isso notou-se no ritmo imposto. Não concretizámos o objetivo de alcançar a primeira vitória de leão ao peito, mas o resultado acabou por não ser negativo. Já estamos a trabalhar para conseguir um bom resultado no Rali de Castelo Branco”, avançou determinado o piloto marinhense que terminou a prova na nona posição entre os concorrentes em carros de duas rodas motrizes.

O próximo desafio da dupla Rafael Cardeira / André Couceiro é o Rali de Castelo Branco, organizado pela Escuderia de Castelo Branco, que se realiza nos dias 30 de Junho e 1 de Julho na cidade albicastrense.

Dupla Carlos Vieira / Jorge Carvalho já recupera do acidente no Rallye Vidreiro Centro de Portugal

A dupla Carlos Vieira e Jorge Carvalho, atual Campeã Nacional de Ralis, sofreram  uma saída de estrada na primeira especial do Rallye Vidreiro Centro de Portugal – Marinha Grande.

O piloto, Carlos Vieira, foi submetido a uma bem-sucedida intervenção cirúrgica no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, estando agora em fase de recuperação. Já Jorge Carvalho, co-piloto, apresentou algumas contusões na sequência do despiste mas já recebeu alta hospitalar.

O Clube Automóvel da Marinha Grande e a organização do Rallye Vidreiro Centro de Portugal – Marinha Grande desejam à dupla uma rápida recuperação.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por jcaetano
Carregar mais em Desporto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja Também

Agenda Desportiva Para o Fim de Semana

Taça de Portugal       3ª Eliminatória 21-10-18             18-10-18 0-3 Sertanense Benfic…