Página Inicial Notícias Cultura e Música MUNICÍPIO DE ALCOBAÇA PROMOVE INTEGRAÇÃO DO MOSTEIRO DE COZ NA CARTA EUROPEIA DE ABADIAS E SÍTIOS CISTERCIENSES

MUNICÍPIO DE ALCOBAÇA PROMOVE INTEGRAÇÃO DO MOSTEIRO DE COZ NA CARTA EUROPEIA DE ABADIAS E SÍTIOS CISTERCIENSES

DSC_0389

De 22 a 25 de abril, decorre em Bronnbach, na Alemanha, o Encontro Geral da Carta Europeia de Abadias e Sítios Cistercienses, uma associação fundada em 1993 que se destina a partilhar e promover o património e o legado europeu da Ordem de Cister.

O Mosteiro de Alcobaça será representado pela diretora Ana Pagará ao passo que Município de Alcobaça far-se-á representar pela Vereadora da Cultura, Inês Silva que irá apresentar o Mosteiro de Coz e propor a sua integração na associação.

.

.

.Cister fm

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por jcaetano
Carregar mais em Cultura e Música

2 Comentários

  1. Darlindo Gil

    Quarta-feira, 20 Abril, 2016 em 20:53:39

    Estradas Municipais em péssimo estado na zona de Alpedriz/Ribeira do Pereiro/Rebotim

    Há mais de 24 anos que não se faz nada para melhor as estradas municipais de acesso a Alpedriz, concelho de Alcobaça. A ligação a Ribeira do Pereiro com também para o lugar Rebotim até a localidade da Póvoa de Cós encontra-se em péssimo estado, mais parecendo um caminho que uma estrada no século XXI. Passam os tais anos a tapar os buracos nas vias, na maior parte das estradas municipais e ponte que faz ligação a localidade de Alpedriz faz falta o seu alargamento, e porque não criar uma ciclovia? Mas a estrada municipal nº 1294-1 da Ribeira do Pereiro à Alpedriz tem outras ligações de caminhos para a Ferraria de Alpedriz/Nó 23/N242-4 da A8, ETAR de Pataias/Alpedriz e Matas de Infestas. Tal estrada passa junto do novo parque de merendes na Ribeira do Pereiro, e agora nas entradas da localidade de Alpedriz o Parque de Lazer Nascentes das Loureiras/praia fluvial, uma de muitos potencialidades para dar, zona pedonal, canoagem e bar (…) Uma das questões principais prende-se com a necessidade de quebrar o divórcio entre freguesias e a sede de concelho. E uma das formas de quebrar esse divórcio é criar bons acessos a Alcobaça. Alpedriz poderia ter grandes possibilidades de crescer a nível turístico. Não estamos preocupados com a criação de empresas deste ou daquele ramo. A nossa posição geográfica podia perfeitamente ser aproveitada, assim como a nossa beleza natural. A praia fluvial, a ponte romana, a igreja matriz, o túmulo do período neolítico, a capela de Santo António… Tanta coisa que nós temos que podia ser divulgada e aproveitada. Não se entende como é que uma freguesia como a nossa tem os acessos tão maus como tem, qualquer pessoa que nos visita se interroga. Depois há outras situações que se prendem com a falta de capacidade de resposta da Câmara de Alcobaça “Terra da Paixão”. Alpedriz sofre o que as outras freguesias estão a sofrer. Há a tendência para dizer que o concelho de Alcobaça é um oásis, mas é mentira. Temos problemas muito grandes de desemprego no nosso concelho, basta olhar para as fábricas a fecharam. Não podemos esconder a pobreza envergonhada. Alpedriz além de ter pessoas bastante idosas, também sofre com o desemprego. Tivemos a instalação de uma empresa há uns meses que criou alguns postos de trabalho, mas não chega. Há uma coisa que temos defendido há muitos anos: a criação de pequenas bolsas industria. E no caso concreto de Alpedriz, dada a sua localização geográfica, era evidente que era necessário fazer-se. Até fizemos a proposta do local, junto da A8, e não se resultou absolutamente em nada. Esta freguesia necessita de muito melhores acessibilidades e ainda espera de muito melhores acessibilidades e ainda espera até hoje o tal parque industrial e empresarial na Ferraria de Alpedriz na zona do Nó 23/N242-4 da A8, e o tal parque ambiental de Alpedriz! Tem também encontra um entroncamento perigoso ‘que poderia construir uma rotunda’ na estrada municipal 549, na zona da Ribeira do Pereiro, Alcobaça-Pataias!? Um tempo para cá este jornal O Alcoa não gosta o nome de Alpedriz, e gosta mais de Coz!? Porque Será!

    Responder

  2. Darlindo Gil

    Quarta-feira, 20 Abril, 2016 em 20:52:11

    Estradas Municipais em péssimo estado na zona de Alpedriz/Ribeira do Pereiro/Rebotim

    Há mais de 24 anos que não se faz nada para melhor as estradas municipais de acesso a Alpedriz, concelho de Alcobaça. A ligação a Ribeira do Pereiro com também para o lugar Rebotim até a localidade da Póvoa de Cós encontra-se em péssimo estado, mais parecendo um caminho que uma estrada no século XXI. Passam os tais anos a tapar os buracos nas vias, na maior parte das estradas municipais e ponte que faz ligação a localidade de Alpedriz faz falta o seu alargamento, e porque não criar uma ciclovia? Mas a estrada municipal nº 1294-1 da Ribeira do Pereiro à Alpedriz tem outras ligações de caminhos para a Ferraria de Alpedriz/Nó 23/N242-4 da A8, ETAR de Pataias/Alpedriz e Matas de Infestas. Tal estrada passa junto do novo parque de merendes na Ribeira do Pereiro, e agora nas entradas da localidade de Alpedriz o Parque de Lazer Nascentes das Loureiras/praia fluvial, uma de muitos potencialidades para dar, zona pedonal, canoagem e bar (…) Uma das questões principais prende-se com a necessidade de quebrar o divórcio entre freguesias e a sede de concelho. E uma das formas de quebrar esse divórcio é criar bons acessos a Alcobaça. Alpedriz poderia ter grandes possibilidades de crescer a nível turístico. Não estamos preocupados com a criação de empresas deste ou daquele ramo. A nossa posição geográfica podia perfeitamente ser aproveitada, assim como a nossa beleza natural. A praia fluvial, a ponte romana, a igreja matriz, o túmulo do período neolítico, a capela de Santo António… Tanta coisa que nós temos que podia ser divulgada e aproveitada. Não se entende como é que uma freguesia como a nossa tem os acessos tão maus como tem, qualquer pessoa que nos visita se interroga. Depois há outras situações que se prendem com a falta de capacidade de resposta da Câmara de Alcobaça “Terra da Paixão”. Alpedriz sofre o que as outras freguesias estão a sofrer. Há a tendência para dizer que o concelho de Alcobaça é um oásis, mas é mentira. Temos problemas muito grandes de desemprego no nosso concelho, basta olhar para as fábricas a fecharam. Não podemos esconder a pobreza envergonhada. Alpedriz além de ter pessoas bastante idosas, também sofre com o desemprego. Tivemos a instalação de uma empresa há uns meses que criou alguns postos de trabalho, mas não chega. Há uma coisa que temos defendido há muitos anos: a criação de pequenas bolsas industria. E no caso concreto de Alpedriz, dada a sua localização geográfica, era evidente que era necessário fazer-se. Até fizemos a proposta do local, junto da A8, e não se resultou absolutamente em nada. Esta freguesia necessita de muito melhores acessibilidades e ainda espera de muito melhores acessibilidades e ainda espera até hoje o tal parque industrial e empresarial na Ferraria de Alpedriz na zona do Nó 23/N242-4 da A8, e o tal parque ambiental de Alpedriz! Tem também encontra um entroncamento perigoso ‘que poderia construir uma rotunda’ na estrada municipal 549, na zona da Ribeira do Pereiro, Alcobaça-Pataias!? Um tempo para cá este jornal não gosta o nome de Alpedriz, e gosta mais de Coz!? Porque Será!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja Também

Nuno Alves lança “Rainha”

Esta  sexta-feira, Nuno Alves  lança de mais um tema do seu novo álbum, sendo o nome da mu…