Página Inicial Notícias Cultura e Música MUSEUS DE ALCOBAÇA ABERTOS À NOITE PARA ASSINALAR O DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS

MUSEUS DE ALCOBAÇA ABERTOS À NOITE PARA ASSINALAR O DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS

 

 

O Dia Internacional dos Museus, criado pelo ICOM – Conselho Internacional de Museus, celebra-se anualmente a 18 de maio, através da organização de diversas atividades.

Em 2017, o ICOM definiu o tema Museus e histórias controversas: dizer o indizível em museus como mote para uma reflexão, naturalmente diferenciada e respondendo aos contextos nacionais, do papel dos museus nas comunidades e na sociedade em geral.

A Noite Europeia dos Museus, criada pelo Ministério Francês da Cultura e da Comunicação, irá decorrer a 20 de maio, e os museus portugueses irão associar-se, uma vez mais, a esta celebração.

 

17 a 20 Maio 2017 18 Maio – DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS | ALCOBAÇA 2017 Museu do Vinho de Alcobaça | Museu Raul da Bernarda | Central da Confluência dos Rios
O Município de Alcobaça associa-se ao Dia Internacional dos Museus que é anualmente celebrado pelas instituições museológicas, em todo o mundo, a 18 de maio. O ICOM – Conselho Internacional de Museus, organismo promotor da iniciativa em todo mundo, definiu como tema para este ano “Museus e histórias controversas: dizer o indizível em museus”, uma reflexão naturalmente diferenciada sobre papel dos museus nas comunidades e na sociedade em geral, respondendo aos contextos nacionais.
O tema deste ano suscita no programa do município inúmeras variantes participativas cujo objetivo último se concentra na proximidade dos espaços museológicos municipais à comunidade, aprofundando uma ligação cada vez mais profícua e dinâmica aos vários públicos em torno do conhecimento e valorização do (seu) património histórico e cultural.
O programa inicia-se na véspera da efeméride (quarta-feira, 17 de maio), estendendo-se até sábado (20 de maio) cujas iniciativas contam, este ano, com a grande novidade de inclusão de atividades noturnas nos dois museus municipais: Museu do Vinho de Alcobaça e Museu Raul da Bernarda.
Para além do dia aberto nos museus que ocorre entre 18 e 20 de maio, o programa centra a maior parte das suas iniciativas no próprio dia da efeméride (18 de maio) e na noite de véspera cujo programa inicia com um rol intenso de atividades onde se consta uma caminhada na cidade tendo os espaços museológicos ca cidade como epicentro deste circuito pedestre (iniciando do Mosteiro de Alcobaça, passando pelo Museu Raul da Bernarda, Museu de Cerâmica de Alcobaça, Central da Confluência dos Rios e culminando no Museu do Vinho de Alcobaça) mas também uma visita guiada noturna ao Museu do Vinho de Alcobaça (às 21h00) que encerra na inauguração da nova exposição temporária deste museu: “Reflexos do Mundo” do fotógrafo alcobacense Ni Francisco (às 22h00).
O dia 18 de maio é assinalado com mais um programa extenso que preencherá a manhã, tarde e noite e onde se inclui o lançamento de uma nova oferta do serviço educativo do Museu do Vinho de Alcobaça – a peça de teatro de fantoches “Uma Adega Especial” – bem como uma visita orientada à exposição “Alimentícia Gráfica” na Central da Confluência dos Rios, culminando à noite com a segunda sessão do programa anual de masterclasses do Museu Raul da Bernarda “À Roda da Cerâmica Artística, esta intitulada “Raku e o Poder dos 4 Elementos na Cerâmica”. A sessão terá como convidados João Quitéria e Mário Tanqueiro incluindo exposição de peças, uma ação de cerâmica viva com cozedura de peças de cerâmica no forno em tempo real e uma degustação de chá em chávenas de Raku.
Estas iniciativas noturnas de 17 e 18 de maio dão a possibilidade ao público de usufruir dos espaços museológicos num período fora do horário comum, uma oportunidade rara de viver uma experiência diferente e certamente enriquecedora.
O programa prolonga-se pela sexta-feira e sábado com o dia aberto nos museus onde estão incluídas entradas livres no Museu do Vinho de Alcobaça. Todas as atividades do programa das comemorações do Dia Internacional dos Museus organizadas pelo Município de Alcobaça são gratuitas.
17 MAIO
Programa Noturno
21h00 – 23h00 Alcobaça em Andanças Entre Museus Caminhada e corrida desportiva O Alcobaça em Andanças junta-se às comemorações do Dia Internacional de Museus num percurso noturno em passo curto de caminhada e passo longo de corrida pelos espaços museológicos da cidade, culminando num convívio no Museu do Vinho de Alcobaça com sopa, fruta e outras iguarias alcobacenses. Mosteiro de Alcobaça (ponto de partida) – Centro Histórico de Alcobaça – Jardim do Amor /Central da Confluência dos Rios – Museu Raul da Bernarda – Museu da Faiança de Alcobaça- Museu do Vinho de Alcobaça (ponto de chegada) 5 ritmos: Caminhada – 4Km / Caminhada rápida – 5Km / Iniciação à corrida – 6,5Km / Corrida – 8Km / Chitas – 9,5Km Público-alvo: geral | Entrada livre Parceria: Alcobaça em Andanças | Museu de Cerâmica de Alcobaça
21h00 Depósitos Noturnos – Visita Guiada Museu do Vinho de Alcobaça Exposição Permanente – Adega dos Depósitos Uma oportunidade rara de conhecer a maior coleção museológica do vinho português banhada pela luz artificial e as sombras da noite. Público-alvo: geral | marcação prévia gratuita: museus@cm-alcobaca.pt | 968 497 832
22h00 Reflexos do Mundo de Ni Francisco – Inauguração Museu do Vinho de Alcobaça – Adega dos Balseiros Exposição Temporária Inauguração do programa de exposições do Museu do Vinho de Alcobaça de 2017 com a presente exposição de fotografia de Ni Francisco. Repórter fotográfico profissional, Ni Francisco dedicou os últimos anos à fotografia de viagens e de turismo. A presente exposição dá corpo a um projeto que o fotógrafo viajante de São Martinho do Porto demorou vários anos a concretizar e que aqui é apresentado através de trinta fotos de grande expressão imagética e qualidade técnica. Formado no Instituto de Fotografia de Amesterdão (Holanda), especializou-se na fotografia de paisagem onde obteve inúmeros prémios em concursos fotográficos. A cor e a forma expressa pelas fotos de Ni Francisco fazem jus ao tema das comemorações deste ano do Dia Internacional dos Museu, não fosse a fotografia artística uma das melhores formas de comunicar pela via da força da imagem, o indizível que nos rodeia e deslumbra. Público-alvo: geral | Entrada livre Parceria: EPAD – Escola Profissional de Artes Tecnologias e Desporto
18 – 19 – 20 MAIO
Programa Diurno 10h00 – 17h00 Dia Aberto nos Museus Municipais Visitas guiadas Museu do Vinho de Alcobaça – Museu Raul da Bernarda – Central da Confluência dos Rios Visitas guiadas de entrada livre às exposições permanentes e temporárias dos museus e núcleos museológicos municipais. Público-alvo: geral | Entrada livre
18 MAIO
10h00 Uma Adega Especial – Teatro de Fantoches Atividade Educativa Museu do Vinho de Alcobaça O Museu do Vinho de Alcobaça estreia a sua mais recente atividade do serviço educativo. Um teatrinho para os mais novos onde se pode conhecer a história do museu e dos seus protagonistas. Público-alvo: 1.º Ciclo | marcação prévia gratuita: Serviço Educativo do Município de Alcobaça | Tel. 262 580 800 | servico.educativo@cm-alcobaca.pt
15h00 Alimentícia Gráfica Exposição Temporária Central da Confluência dos Rios Visita guiada à exposição temporária patente na galeria multimédia do núcleo museológico da Central da Confluência dos Rios, evocando uma dimensão essencial do universo industrial: a comunicação promocional do produto. Baseada na herança documental, gráfica e técnica, a instalação digital em cinco monitores vídeo dá expressão a uma das imagens de marca mais emblemáticas do contexto sociocultural e económico de Alcobaça: a Cister da Fábrica da Alimentícia. O evento serve para assinalar igualmente a extensão do prazo da exposição até 19 de Junho Público-alvo: geral | Entrada livre
Programa Noturno

 

21h00 À Roda da Cerâmica Artístico: Raku e o Poder dos 4 Elementos Masterclass c/ cerâmica viva (cozedura de peças de Raku), exposição de peças e degustação de chá Museu Raul da Bernarda Por ocasiões da comemoração do Dia Internacional dos Museus, dar-se-á continuidade ao programa de Masterclasses do Museu Raul da Bernarda, nesta sessão dedicada à técnica ancestral do Raku (de origem no Japão do século XVI, associado à cerimónia do chá) em paralelo com outras expressões da cerâmica cuja produção envolve a química produtiva mas também a alquimia mística dos quatro elementos (terra, fogo, água e ar). Para esta sessão estão convidados João Quitéria e Mário Tanqueiro tendo o público a oportunidade de assistir ao vivo todo o processo de cozedura e uma degustação de chá em taças de Raku. Público-alvo: geral | Entrada livre Parceria: Terra Queimada

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por jcaetano
Carregar mais em Cultura e Música

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja Também

THE GIFT NOMEADOS PARA MELHOR CAPA DO ANO COM DISCO ALTAR

  The Gift é a única banda portuguesa nomeada para a edição de 2017 junto a nomes de …