Página Inicial Notícias Cultura e Música Arqueologia em Portugal: recuperar o passado em 2017

Arqueologia em Portugal: recuperar o passado em 2017

Inaugura no dia 19 de julho de 2019, pelas 16h, no Mosteiro de Alcobaça, a exposição itinerante “Arqueologia em Portugal: Recuperar o Passado em 2017”, onde permanecerá patente ao público até dia 8 de setembro próximo.

A entrada é gratuita.

A exposição tem como objetivo promover o conhecimento gerado pela arqueologia e sensibilizar o público para esta atividade, através da apresentação de algumas das mais importantes intervenções e descobertas arqueológicas realizadas em 2017 em todo o território nacional. Anualmente são realizadas mais de 1500 intervenções arqueológicas e identificados importantes sítios arqueológicos, mas frequentemente esta informação passa despercebida do público em geral.

Na inauguração, haverá lugar à apresentação da exposição “Arqueologia em Portugal: Recuperar o Passado” por Maria Catarina Coelho, Diretora do Departamento dos Bens Culturais da DGPC. Em seguida, os arqueólogos Carla Santos e Joana Inocêncio apresentarão uma conferência sobre a descoberta de fossos de fundição sineira no Mosteiro de Alcobaça e dois sinos com mais de 400 anos. O encerramento dos trabalhos será efetuado por Ana Pagará, Diretora do Mosteiro de Alcobaça.

Esta exposição é promovida pela Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), em parceria com as Direções Regionais de Cultura do Norte, Centro,  Alentejo e Algarve, contando também com a participação da Direção Regional da Cultura dos Açores.

Depois de Lisboa, Faro, Sintra, Vila Nova de Gaia, São Pedro do Sul, e, agora, Alcobaça, esta exposição continuará a percorrer o país durante o corrente ano.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por jcaetano
Carregar mais em Cultura e Música

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja Também

19 Olhares sobre o Concelho – Feira São Bernardo – Exposição de Fotografia

O dia do fotógrafo foi hoje assinalado no calendário, mas é amanhã que é inaugurada a expo…