Página Inicial Notícias Aí está, Alcobaça Cidade Dos Doces Conventuais

Aí está, Alcobaça Cidade Dos Doces Conventuais

De 15 a 18 de novembro, o Mosteiro de Alcobaça é mais uma vez mais palco da Mostra Internacional de Doces e Licores Conventuais um evento que prima pela sua originalidade, qualidade e identidade. A Doçaria Conventual de Alcobaça, legado dos Monges e das Monjas de Cister, senhores dos antigos Coutos de Alcobaça que, em cerca de oito séculos de permanência na região, deixaram na nossa memória a dedicação à terra, à arte, à agricultura e também à doçaria conventual. São famosas as cornucópias, o Pão-de-Ló de Alfeizerão, as trouxas-de-ovos, o licor de ginja de Alcobaça, entre muitas outras iguarias.

A Mostra decorre em pleno Mosteiro de Alcobaça, eleito pela UNESCO Património da Humanidade e uma das Sete Maravilhas de Portugal. Por estes dias, pode degustar no Mosteiro de Alcobaça o melhor do receituário conventual não só de Alcobaça mas, também, de outros mosteiros, conventos e pastelarias, nacionais e internacionais.

5

Para a celebração da vigésima edição da Mostra Internacional de Doces e Licores Conventuais, o Mosteiro de Alcobaça irá receber um vídeo mapping monumental que irá dar vida, cor e animação ao transformar os 200 metros da sua fachada histórica num livro de receitas encantado.

 

Um espetáculo que conta com a colaboração da comunidade alcobacense através da  Academia de Dança de Alcobaça e da Sociedade Filarmónica Vestiariense “Monsenhor José Cacella”, resultante de filmagens realizadas pelo ateliê OCUBO no Cine-Teatro João D’Oliva Monteiro.

 

Neste livro mágico, enriquecido com património artístico e gastronómico dos Mosteiros de Coz e de Alcobaça, os ingredientes e utensílios ganham vida através dos movimentos dos atores virtuais.

 

As monjas cistercienses vão-nos conduzir por este mundo mágico, num musical dinâmico e cheio de vida que irá contar como se confecionavam as receitas conventuais mais conhecidas de Alcobaça. Nesta história estarão presentes igualmente os monges cistercienses que nos mostraram o cultivo e uso das ervas medicinais para os licores.

 

Para completar a nossa história doce, uma orquestra colorida vai representar os vários ingredientes das receitas que se misturam em animações divertidas e impactantes que irão enaltecer este monumento classificado pela UNESCO como Património da Humanidade, destacando o seu património histórico e imaterial.

 

15 a 17 de novembro, junto ao Mosteiro de Alcobaça (sessões às 20h, 21h, 22h e 23h).

 

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por jcaetano
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja Também

Mais e Melhores Regiões – Ensino Artístico Especializado