O Preço das Casas Aumentou em Leiria no Último Ano

São tempos peculiares aqueles que enfrentam quem busca uma nova habitação. Entre uma oferta cada vez mais escassa e preços em acentuado crescimento, muitos já ponderam uma mudança radical de estilo de vida.

Leiria ainda se encontra num meio-termo a nível nacional. Por um lado, a oferta de imobiliário no mercado local é considerada acessível para uma larga faixa da população. Por outro, distancia-se cada vez mais do conceito de habitação económica existente em alguns distritos do interior.

Para entendermos melhor o panorama atual, nada como recorrer a algumas estatísticas recentes.

Um País a Três Velocidades

Na realidade, praticamente todo o mercado apresenta uma tendência de crescimento no que se refere aos preços médios de venda. Quem o revela é o mais recente barómetro do imobiliário publicado pelo portal de referência, Imovirtual.

Através dos dados disponibilizados e referentes ao mês de outubro, constatamos uma discrepância acentuada entre os quatro distritos com o preço médio de venda mais elevado e uma faixa extremamente económica.

Num ponto intermédio colocam-se distritos onde a procura tem crescido exponencialmente e cujos montantes praticados galopam a um ritmo avassalador. Importante a reter é o valor médio de venda a nível nacional: 368.011€.

Centros Urbanos e Turísticos

Sem margem para grande surpresa, é Lisboa que se destaca na lista de distritos onde é mais caro comprar casa. Atualmente o valor médio anunciado situa-se nos 583.636€, o qual é 8,1% mais elevado que no período homólogo.


Situação semelhante em Faro, segundo classificado nesta lista, com um valor médio de venda de 497.902€, representando 9,5% mais que no ano anterior. A Região Autónoma da Madeira situa-se na terceira posição com 378.270€, uns incríveis 17,4% acima do valor anunciado em outubro de 2020.


O Porto fecha este pelotão milionário, com um valor médio próximo da Madeira de 330.554€ e uma subida expressiva de 8,3% em relação ao ano passado. Nesta lista apenas Lisboa derrapou ligeiramente na ordem dos -1,4% entre setembro e outubro deste ano.

A Devida Comparação com Leiria

Colocado este cenário, em que ponto se encontra então o distrito de Leiria?

Atualmente registam-se valores de venda médios na ordem dos 245.211€, um aumento de 10,2% em relação ao ano anterior quando se verificava uma média de 222.518€.

Estes montantes situam o distrito numa linha idêntica à de Évora, com 246.797€, Braga com 250.005€, Bragança com 220.350€ ou Viana do Castelo, com 225.303€. Em comum podemos assumir apenas que nenhum destes distritos é considerado um centro urbano ou turístico de grande dimensão.

Muito graças à pressão sentida nos principais distritos, nomeadamente de Portugal continental, os valores praticados em outras zonas do país aumentaram forçosamente. Com as atuais dificuldades sentidas na cadeia de fornecimento global, o número de novas casas é cada vez menor e o seu preço ao consumidor muito mais elevado.

A compra de casa em Leiria nunca foi tão simples graças à tecnologia atual, onde podemos consultar em detalhe centenas de anúncios e definir parâmetros que se adequem ao nosso perfil. Infelizmente para a maioria, nada indica que os preços praticados se tornem mais económicos num futuro próximo.

Ainda que os desafios da aquisição de habitação resultem dos valores manifestamente elevados, existem ainda alguns distritos onde o conceito de uma casa económica é realidade. O interior do país continua a apresentar-se como uma alternativa viável para desfrutar de uma qualidade de vida única por um preço justo.

Ao ritmo a que a maioria dos distritos do litoral português assiste ao aumento do preço das casas, poderemos em breve assistir a um êxodo urbano e ao repovoar de muitas das zonas desertificadas do nosso país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

Copyright©Cister.fm